Lição 03: Os Primeiros Passos de Paulo | 3° Trimestre De 2022 | EBD – Adolescentes

EBD Adolescentes | 3° Trimestre De 2022 | Tema: Apóstolo Paulo – Um Grande Missionário | Escola Biblica Dominical | CPAD | Lição 03: Os Primeiros Passos de Paulo

LEITURA BÍBLICA

Gálatas 1.15-24

A MENSAGEM

“Depois Barnabé foi até a cidade de Tarso a fim de buscar Saulo. Quando o encontrou, ele o levou para Antioquia. Eles se reuniram durante um ano com a gente daquela igreja e ensinaram muitas pessoas.” Atos 11.25,26a

Devocional

Segunda » 2 Tm 1.1, 2
Terça » Rm 1.1
Quarta » Lc 9.23
Quinta » 2 Co 5.17-19
Sexta » Ef 2.17-22
Sábado » Fp 3.7-14

OBJETIVOS

APRESENTAR as atividades que Paulo desenvolveu após a sua conversão;

CONSCIENTIZAR da renovação do caráter que ocorre naqueles que se convertem;

EXPLICAR a resistência de alguns judeus à pregação do Evangelho.

Ei Professor!

Faz parte da vida do cristão o momento de afastar-se da rotina para consagrar-se ao Senhor. Para alguns isso pode parecer um desafio. Entretanto, é um hábito que todos nós devemos cultivar. Você deve ter momentos a sós com Deus, Orar, jejuar e contemplar as Escrituras são princípios básicos para o fortalecimento do relacionamento com Deus e o amadurecimento espiritual Por isso, tente reservar um período, durante a semana, para dedicar-se ao devocional A qualidade desse momento é de suma importância, porque todos os cristãos precisam de um tempo de qualidade com o Pai.

Ponto de Partida

Relembre com a turma como era Saulo, o perseguidor dos seguidores de Jesus, Ressalta como as pessoas o viam e o medo que elas sentiam de serem presas por ele. Assim, os alunos poderão entender as dificuldades que Saulo enfrentou. Por um lado, os cristãos tinham medo da perseguição que ele tinha promovido, pois muitos tinham sido mortos, presos ou chicoteados. Por outra, Saulo tinha passado por uma experiência de transformação e desejava caminhar em comunhão com os demais discípulos. Felizmente, os irmãos em Cristo, entenderam a mudança que Deus tinha feito na vida de Saulo. Porém, a rejeição dos judeus vai ser uma constante no ministério do Apóstolo.

Vamos Descobrir

A vida de Paulo mudou radicalmente depois que ele se encontrou com Jesus. Os primeiros anos de seu ministério foram dedicados ao amadurecimento espiritual e ao ajuste de caráter. Isso foi essencial para que ele pudesse cumprir seu chamado de pregar sobre Jesus para qualquer pessoa, judia ou não judia. Dificuldades surgiram desde o início da trajetória do apóstolo. Isso, porém, não o atrapalhou; ele foi um líder guiado pelo Espírito Santo. Vamos aprender o que aconteceu com Paulo depois que saiu de Damasco?!

Hora de Aprender

Não há muitos detalhes sobre o que Paulo fez depois do seu encontro com Jesus na estrada para Damasco até o dia em que Barnabé o buscou em Tarso. Pelo registro bíblico, sabemos que ele pregou o Evangelho, sofreu ameaças de morte, fugiu de uma cidade para outra, fez novos amigos e aproximou-se mais de Deus.

I- A TRAJETÓRIA INICIAL DE PAULO

Depois do batismo em águas, Paulo permaneceu na cidade por algum tempo e anunciou nas sinagogas que Jesus era o Filho de Deus. Alguns judeus não receberam bem essa mensagem, por isso, planejaram matá-lo (At 9.22-25). Porém, outras pessoas aceitaram a pregação e ajudaram Paulo a escapar dos opositores, dentro de um cesto, por meio de uma abertura da muralha de Damasco (2 Co 11.32, 33). Combinando as informações do livro de Atos com a Carta aos Gálatas, sabemos que Paulo passou um tempo na Arábia, os chamados “anos ocultos ou silenciosos”, e voltou a Damasco depois, ficando por mais três anos (Gl 1.15-18). O que Paulo fez ali? A Bíblia não dá detalhes.

Os especialistas em pesquisa bíblica, no entanto, sugerem que ele pode ter aprendido a profissão de fazer barracas, ter iniciado seu ministério entre os gentios, ou se dedicado ao estudo das Escrituras Sagradas, ou ainda analisado o significado da Lei, a fim de entender o cumprimento das profecias sobre o Messias em Jesus. Depois dos anos em Damasco, Paulo foi a Jerusalém e teve um contato rápido com os discípulos de Jesus. Ele menciona que falou com Pedro e Tiago (Gl 1.18,19). Em Jerusalém, a igreja conhecia o Saulo perseguidor, então ficaram desconfiados dele. Por isso, Barnabé apresentou aos apóstolos o Paulo transformado por Jesus. O entusiasmo do Apóstolo era grande, e ele pregava as Boas-Novas por toda a cidade. E, mais uma vez, ele encontrou resistência por aqueles que não aceitavam Jesus como o Messias. Assim, os irmãos, que haviam aprendido a amar Paulo, ajudaram-no escapar para Cesaréia (At 9.30).

Algum tempo depois, Barnabé buscou Paulo em Tarso, para juntos trabalharem em Antioquia da Síria (At 11.26). Isso porque a igreja ali cresceu e precisava de Liderança. Antioquia da Síria era uma grande e importante cidade romana. Eram muitos os seguidores de Jesus naquele lugar. Lá foi onde “pela primeira vez, os seguidores de Jesus foram chamados de cristãos” (At 11.26).

I- AUXÍLIO DEVOCIONAL

Pensando sobre o ambiente em que o Apóstolo Paulo viveu seus primeiros anos como judeu convertido a Cristo, precisamos considerar que “existe um equilíbrio difícil que todos nós devemos manter ao testemunhar. Devemos apresentar convincentemente a mensagem de que somente Jesus salva. Mas, devemos fazer isto de uma maneira que os outros sejam conquistados, ao invés de se sentirem ofendidos. Dada a crescente polarização das comunidades judaica e cristã em Damasco e Jerusalém, pode não ter sido possível atingir esse ideal. E, portanto, não devemos ser excessivamente críticos a respeito de Saulo. Ao mesmo tempo, podemos ser lembrados de que o zelo excessivo não substitui a sabedoria. Nem a paixão do novo convertido é um substituto para a paciência de um crente maduro […]. Não podemos esperar uma mudança completa de atitude ou maturidade em um recém convertido. Mas, à medida que você e eu amadurecemos em nossa fé, certamente nos tornaremos pessoas zelosas e amorosas como Saulo tornou-se” (RICHARDS, Lawrence. Comentário histórico-cultural do Novo Testamento. Rio de Janeiro: CPAD, p. 265).

II- O AMADURECIMENTO ESPIRITUAL DE PAULO

Como explicar os anos de silêncio depois das ameaças e fugas? Por um Lado, Paulo experimentou uma tremenda transformação na sua vida ao encontrar Jesus. Ele era uma nova pessoa, porque “quem está unido com Cristo é uma nova pessoa; acabou-se o que era velho, e já chegou o que é novo” (2 Co 5.17). É possível, então, que ele tenha dedicado um tempo para refazer sua vida, procurar um novo trabalho, cuidar das emoções e moldar sua personalidade conforme os ensinos de Jesus. Por outro lado, quando Barnabé o chamou para ir à Antioquia, Paulo estava preparado para acompanhá-lo e ser um líder, isso parece sinalizar que, durante esse tempo, Paulo estava se capacitando para exercer seu chamado de maneira apropriada, estudando as Escrituras, orando e jejuando. O Espírito Santo estava com ele, guiando sua trajetória. Qualquer que tenha sido a razão pela falta de detalhes, sabemos que esse período era parte dos planos de Deus, pois no tempo certo Paulo estava amadurecido.

II- AUXÍLIO DEVOCIONAL

Incentive seus alunos a reservarem um tempo de consagração ao Senhor durante a semana, para que tenham sua própria experiência com Deus. Eles podem (e devem) ler e meditar nos trechos bíblicos da seção Devocional, na própria revista. Para motivá-los, dê também sugestões de motivos de oração, a fim de que criem o hábito de orar em particular em casa. Tornar essas práticas um hábito diário é o caminho do amadurecimento espiritual. Para inspirar seus alunos, leia para eles esta pequena reflexão sobre a importância de ter intimidade com Cristo: “Deus é a vida mais profunda! O próprio Jesus Cristo é a vida mais profunda, e à medida que mergulho no conhecimento do Deus Trino, o meu coração entra na bem-aventurança da sua comunhão. Isto quer dizer que há menos de mim, e mais de Deus – assim, a minha vida espiritual se aprofunda, e sou fortalecido no conhecimento da sua vontade” (Bíblia com anotações A. W. Tozer. Rio de Janeiro, CPAD, 2013, p. 1341).

III- A MENSAGEM QUE INCOMODA

O entusiasmo e a dedicação que Paulo tinha para rastrear e ameaçar os discípulos foram direcionados para a pregação do Evangelho. Porém, mesmo com sua dedicação, alguns judeus não aceitaram o Evangelho de Jesus. Você já se perguntou o por quê? O povo de Israel aguardava a vinda do Messias, porque os profetas haviam recebido essa mensagem, e as profecias estavam registradas nas Escrituras Sagradas. Durante o tempo que viveu na Terra entre os humanos (Jo 1.14), Jesus declarou que Ele era o cumprimento dessas profecias (Mt 5.17) e mostrou que Ele era o Filho de Deus (Mt 16.16,17). Quando Ele morreu e ressuscitou, não deveriam restar dúvidas de que Jesus falou a verdade.

Mas, você acredita que alguns judeus não aceitaram que Jesus era Deus? E não só rejeitaram Jesus, o Messias, como também negaram a ressurreição? Por isso, acusavam de blasfêmia aquelas pessoas que pregavam essa mensagem. Blasfêmia é palavra ofensiva ou insulto contra alguém. Os perseguidores de Paulo não tinham o coração aberto para que o Espírito Santo mostrasse que Jesus era o Salvador. Você tem encontrado alguma resistência quando conta as suas experiências com Jesus? Não esqueça que nosso dever é falar de Jesus para as pessoas, mas é o Espírito Santo que as convence do pecado (Jo 16.7,8). Então, não desanime! Continue contando que Deus é bom e misericordioso.

III- AUXÍLIO DIDÁTICO

Saulo era um rabino conhecido entre os judeus. Quando ele pregava nas sinagogas, esperava-se que ele interpretasse a Lei de Moisés. Porém, depois da experiência na estrada de Damasco, Saulo pregava que Jesus era o filho de Deus. Observe como a mensagem dele estava alinhada à pregação dos apóstolos de Jesus: “Ele colocou as profecias do Antigo Testamento ao lado do seu cumprimento no ministério de Jesus, e assim demonstrou que aquele era o Cristo (At 9.22). A principal mensagem de Paulo, como a de Pedro (2.26; 3.13-21), era que Jesus era o Messias. Os judeus não podiam refutar a pregação de Paulo, autorizada pelo Espírito” (EARLE, R.; MAYFIELD, J. Comentário Bíblico de Beacon, vol. 7. Rio de Janeiro: CPAD, 2006, p. 277).

CONCLUSÃO

A caminhada com Cristo começa quando reconhecemos que Ele é o Salvador e entregamos nossa vida a Jesus. Com o Apóstolo Paulo não foi diferente. Ele encontrou com o Messias e se sujeitou totalmente a Jesus. Seus primeiros anos como cristão foram marcados por pregações, provações e amadurecimento da fé.

Gostou do site? Ajude-nos a Manter e melhorar ainda mais este Site.
Nos abençoe Com Uma Oferta pelo PIX: CPF 346.994.088.69 – Seja um parceiro desta obra.
“Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos dará; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também”. (Lucas 6:38)

VAMOS PRATICAR

1- Numere a trajetória cronológica de Paulo.

(3) Três anos em Damasco.
(5) Fuga para Cesareia.
(7) Fuga de Damasco por um cesto.
(2) Viagem para a Arábia.
(6) Tempo em Tarso.
(7) Um ano em Antioquia.
(4) Encontro com Pedro e Tiago em Jerusalém.

2- Escreva pelo menos duas atividades que os especialistas em pesquisa bíblica sugerem que Paulo tenha feito em Damasco, após o tempo que passou na Arábia. Os especialistas sugerem que ele possa ter aprendido a profissão de fazer barracas, ter iniciado seu ministério entre os gentios, ou se dedicado ao estudo das Escrituras Sagradas, ou ainda analisado o significado da Lei a fim de entender o cumprimento das profecias sobre o Messias em Jesus.

3- Marque o nome da cidade em que os seguidores de Jesus foram chamados de “cristãos” pela primeira vez.

( ) Damasco
( ) Cesareia
(X) Antioquia da Síria
( ) Jerusalém

Pense Nisso

Mesmo sendo adolescente, é possível se dedicar ao crescimento espiritual. Reserve um tempo a sós com Deus para orar, estudar a Palavra de Deus e refletir sobre seu próprio comportamento. Esteja também envolvido nas atividades da igreja, para que você aprenda amar e servir aos irmãos, louvar e orar com eles.

SAIBA TUDO SOBRE A ESCOLA DOMINICAL:

Adultos CPAD

Adultos Betel

Jovens CPAD

Jovens Betel

Adolescentes CPAD

Bíblia Online

EBD Juniores Professor CPAD

EBD Revista PECC

EBD Adolescentes | 3° Trimestre De 2022 | Tema: Apóstolo Paulo – Um Grande Missionário | Escola Biblica Dominical | CPAD | Lição 03: Os Primeiros Passos de Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.