Lição 03: O Temor a Deus é o Caminho da Santificação | 1° Trimestre De 2023 | EBD – JOVENS

EBD | 1° Trimestre De 2023CPAD – Revista Jovens – TEMA: SEPARADOS PARA DEUS – Buscando a Santificação para vermos vermos o Senhor e sermos usados por Ele | Escola Bíblica Dominical | Lição 03: O Temor a Deus é o Caminho da Santificação

TEXTO PRINCIPAL

“De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque este é o dever de todo homem.” (Ec 12.13)

RESUMO DA LIÇÃO

O temor do Senhor conduz os passos de quem quer seguir pelo caminho da santificação.

LEITURA SEMANAL

SEGUNDA – Sl 139- 24 O cristão deve fazer um autoexame
TERÇA – Hb 12.9,10 O propósito da correção divina
QUARTA – Ec 11,10 A santificação remove o mal
QUINTA – Ec 1.15 Porque buscar a sabedoria
SEXTA – Ec 12.13 Teme a Deus e guarda seus mandamentos
SÁBADO – Ec 12.14 Deus trará juízo sobre toda obra

OBJETIVOS

EXPLICAR o que significa temer ao Senhor;
APRESENTAR um panorama do livro de Eclesiastes;
COMPREENDER que o temor do Senhor conduz o crente no caminho da santificação.

INTERAÇÃO

Prezado(a) professor(a), nesta lição estudaremos um texto bem conhecido dos jovens, Eclesiastes 12. O temor do Senhor como princípio da sabedoria é característico dos Livros poéticos, em especial, dos conhecidos como sapienciais ou “de sabedoria”. Vale destacar que aquele(a) que é sábio(a), segundo a Palavra de Deus, necessariamente andará pelo caminho da santidade, pois sem ela ninguém verá o Senhor. Professor(a), no decorrer da lição procure explorar a experiência do autor do Livro de Eclesiastes. Alguém Já com idade avançada que havia experimentado os prazeres da juventude. Ele, que depois de analisar tudo, chegou à conclusão de que nada vale a pena, se a pessoa não estiver debaixo do temor do Senhor. Então, encoraje os jovens a seguirem o caminho da santidade e do temor ao Senhor.

ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA

Professor(a), sugerimos que para esta lição, você separe os alunos em grupos, de acordo com o número de alunos da sua classe. Cada grupo ficará responsável em Ler, estudar e apresentar um dos tópicos da lição. Sugira aos membros do grupo que escolham um líder para conduzir as reflexões. Cada grupo terá um tempo estimado de quinze minutos para discutir o tópico e quinze minutos para apresentá-lo para a turma. Você deverá ser o moderador e fazer as considerações finais. O tempo sugerido serve apenas como referência, você deverá adaptar de acordo com o tempo disponibilizado pela sua superintendência de Escola Dominical e o número de alunos.

TEXTO BÍBLICO
Eclesiastes 12.1-14

1 Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais venhas a dizer: Não tenho neles contentamento.
2 Antes que se escureçam o sol, e a luz, e a lua, e as estrelas, e tornem a vir as nuvens depois da chuva.
3 No dia em que tremerem os guardas da casa, e se curvarem os homens fortes, e cessarem os moedores, por já serem poucos, e se escurecerem os que olham pelas janelas.
4 E as duas portas da rua se fecharem por causa do baixo ruído da moedura, e se levantar à voz das aves, e todas as vozes do canto se baixarem.
5 Como também quando temerem o que está no alto, e houver espantos no caminho, e florescer a amendoeira, e o gafanhoto for um peso, e perecer o apetite; porque o homem se vai à sua eterna casa, e os pranteadores andarão rodeando pela praça,
6 Antes que se quebre a cadeia de prata, e se despedace o copo de ouro, e se despedace o cântaro junto à fonte, e se despedace a roda junto ao poço,
7 E o pó volte à terra, como o era. e o espírito volte a Deus, que o deu.
8 Vaidade de vaidade, diz o Pregador, tudo é vaidade.
9 E, quanto mais sábio foi o Pregador, tanto mais sabedoria ao povo ensinou; e atentou, e esquadrinhou, e compôs muitos provérbios.
10 Procurou o Pregador Achar palavras agradáveis: e o escrito é a retidão, palavras de verdade.
11 As palavras dos sábios são como aguilhões e como pregos bem fixados pelos mestres das congregações, que nos foram dadas pelo único Pastor.
12 E, demais disto, filho meu, atenta: não há limite para fazer livros, e o muito estudar enfado é da carne.
13 De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque este é o dever de todo homem.
14 Porque Deus há de trazer a juízo toda obra e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau.

INTRODUÇÃO

O temor do Senhor é o princípio da sabedoria e o caminho para a santificação (Pv 9.10). Ele não pode ser confundido com ter medo de Deus ou de ir para o inferno. Temer ao Senhor é reverência e gratidão por tudo que Ele é e faz por nós. O temor a Deus produz uma vida de santidade e nos livra do medo e do julgamento divino.

I- TEMOR AO SENHOR

1- Temer ao Senhor não é ter medo. Quando se fala em temor, a primeira coisa que vem à nossa mente é medo e assombro. Apesar disso, o temor do Senhor é algo diferente, ele não causa opressão, insegurança e perturbação. Ele traz segurança e paz. Afinal, como ter intimidade com alguém de quem você tem medo e pavor? Isso é impossível, seria uma relação doentia e prejudicial.

O cristão não deve servir a Deus por ter medo dEle ou por ter medo de ir para o inferno, mas por amor e gratidão, por Ele ter enviado seu próprio Filho para resgate da humanidade. Temer a Deus inclui respeitá-lo, dar-lhe o Lugar de glória, honra, reverência, ações de graças, louvor, e proeminência que Ele merece, Quem teme ao Senhor é diferente de quem tem medo de Deus, que se “esconde” e “esconde” o pecado dEle. Adão e Eva, depois de pecarem, se esconderam de Deus por medo. Já o temor do Senhor é o caminho da comunhão e intimidade com o Todo-Poderoso.

2- O temor define a quem a pessoa serve. Servimos a quem tememos. Quem teme a Deus não tem nada a esconder dEle e por isso não quer ficar longe do Senhor, busca sempre a sua presença e proximidade. Além disso, faz um constante autoexame para evitar fazer algo que venha desagradar a Deus, quer seja em pensamento, ato ou mesmo omissão (Sl 139.24). Aquele(a) que teme a Deus não anda preocupado(a) em agradar os outros ou receber aprovação deles.

Paulo repreendeu Pedro por sua atitude à mesa com os irmãos em Antioquia, pois estava comendo em harmonia com judeus e gentios, mas deixou a mesa com a chegada de alguns irmãos da circuncisão (GL 2.11-14). Pedro temia os obreiros conservadores de Jerusalém e isso o levou a um comportamento hipócrita.

3- O temor do Senhor exige intimidade com Ele. O salmista afirma que “o segredo do SENHOR é para os que o temem; e ele lhes fará saber o seu concerto” (Sl 25.14). Muitas pessoas estão enganadas quanto à verdade do Evangelho, influenciadas por mensagens que apresentam um Deus que faz barganha com seus fiéis, que não se apresenta como Senhor e Juiz. Deus é Pai, mas também deve ser conhecido como o justo Juiz (Hb 10.30, 31; 12.23). A falta de conhecimento real a respeito do Pai, tem levado algumas pessoas a viverem sem nenhum tipo de temor ao Senhor.

Muitos já não buscam mais a Deus e estão, devagarzinho, se afastando da intimidade com Ele. Em geral, só recebemos conselhos de pessoas mais achegadas a nós. Quem tem intimidade com Deus ouve e atende aos constantes ensinos do Espírito Santo para a manutenção da comunhão com Ele. Esse é o propósito da correção, “sermos participantes da santidade de Deus” (Hb 12.9,10). Não troque sua intimidade com Deus por prazeres momentâneos e efêmeros. “Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós […]” (Tg 4.8).

SUBSÍDIO 1

Professor(a), pergunte aos alunos o que significa temer ao Senhor? Ouça-os com atenção e incentive a participação de todos. Em seguida explique que temer significa um sentimento de profundo respeito e obediência a Deus. Em seguida fale que no capítulo 9 de Provérbios, “o autor trata do problema de lidar com aqueles que rejeitam o caminho da sabedoria, isto é, o caminho de Deus. Só porque alguém corre o risco de tomar afronta para si, não está livre da obrigação de responder o seu próximo ou por causa das transgressões destes. Este texto reconhece de forma realista as reações dos maus. O sábio, no entanto, aprecia a correção. O que temem o Senhor são ensináveis.” (Comentário Bíblico Beacon. VOL 3. Rio de Janeiro, p. 380.)

II- O LIVRO DE ECLESIASTES E AS FUTILIDADES DA VIDA

1- Eclesiastes, um livro poético de sabedoria. Eclesiastes faz parte do grupo de livros poéticos e livros sapienciais ou de sabedoria (Jó, Provérbios e Eclesiastes). Muitas pessoas não dão o devido valor aos livros desta categoria por entender que eles não contêm questões teológicas mais profundas. Todavia, aquelas pessoas que se dedicam com esmero no estudo desta coletânea de livros percebem que estes contêm não somente temas teológicos profundos como, em especial, orientações para uma vida cristã de santidade.

O autor condena as futilidades da vida e conduz o leitor a uma valorização do que realmente é importante: o abandono das vaidades deste mundo e a valorização da sabedoria que destaca o tempo de Deus. Ele apresenta uma sabedoria franca e tem como preocupação as fronteiras da vida. A vida de santidade acontece no cotidiano do cristão, não no extraordinário como muitos pensam.

2- A estrutura do livro de Eclesiastes. Veremos um pouco do conteúdo abordado no Livro de Eclesiastes, cujo autor foi um dos homens mais sábios do mundo. Entretanto ele deixou que os muitos casamentos com mulheres pagãs o fizessem pecar e se apartar do Deus que é Santo. No livro de Eclesiastes Salomão trata de temas como: a busca por satisfação (1.12 – 2.26); tempo para todas as coisas (3.1-15); a aspereza da vida — opressão e justiça (3.16 – 4.3) e a transitoriedade da fama (4.13-16).

3- Alguns temas dos capítulo 5 a 11 de Eclesiastes. Nestes capítulos, Salomão vai tratar dos seguintes temas: a prática religiosa (5.1-7): a corrupção política (5.8,9); a vaidade da riqueza (5.10—6.9); o desamparo e a ignorância do homem (6.10-12); provérbios sobre “melhor é” (7.1-14): evitar os extremos (7.15-24); a busca pela sabedoria (7.25;8.1); protocolo da corte (8.2-8); frustação com desigualdades de retribuição (8.9-17); um destino em comum (9.1-6); apreciação da vida (9.7-10); a inadequação da sabedoria (9.11-18); diversos ditados práticos (10.1-20); um chamado para agir (11.1-6) e reflexões sobre o envelhecimento do ser humano (11.7-12.8).

Como, já é do seu conhecimento, o autor e alguém possuidor de sabedoria e que desfrutou os mais diversos “prazeres da vida” (2.1-3); realizador de importantes construções e possuidor de riquezas (2.4-11). Contudo, o mais importante é o resultado no final da sua vida. Do que vale tudo se, no final, percebeu que “correu atrás do vento” (Ec 1.17,26). Podemos observar, pelo exemplo de Salomão, que quando se busca mais os prazeres deste mundo e menos o Reino de Deus, o fim é sempre trágico. Outro tema que se destaca neste livro é o tempo adequado para todas as coisas (Ec 3.1-8). Salomão, nos capítulos 5 e 6, dá vários conselhos práticos a respeito da vida.

OBSERVE:
a) Guardar os pés e a boca quando estiver na Casa de Deus e diante dEle (Ec 5.1-7);
b) cuidado com o amor ao dinheiro (Ec 5.10) e
c) o cuidado com a cobiça (Ec 6.79)

SUBSÍDIO 2

Professor(a), explique que “em Eclesiastes, vemos que certos caminhos levam ao vazio. Este livro também nos ajuda a descobrir o verdadeiro propósito da vida. Tal sabedoria pode poupar-nos do vazio que resulta de uma existência sem Deus, Salomão ensinou que as pessoas não encontrarão significado na vida por meio de conhecimento, dinheiro, prazer, trabalho ou popularidade, A verdadeira satisfação vem do conhecimento de que o que estamos fazendo é parte do propósito de Deus para nós, Este é um livro que pode nos ajudar a aproximarmos de Deus e não sermos dominados pela obsessão de obter poder, aprovação e dinheiro.” (Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal. Rio de Janeiro: CPAD, p. 875.)

III – O TEMOR A DEUS DÁ SENTIDO À VIDA

1- O que dá sentido à vida é o temor do Senhor (Ec 12.13). O autor conclui o livro de Eclesiastes com uma interessante alegoria a respeito do envelhecimento. Ele deseja demonstrar o que realmente faz sentido na vida, O envelhecimento dos membros do corpo, como por exemplo, a perda da visão, a tremedeira, a perda da audição, a perda da mobilidade e o cansaço são retratados por ele em Eclesiastes 12.2-5. Ele também ilustra a chegada da morte de forma alegórica (Ec 12.6,7). Em seguida, ele se lembra de que o Criador tem o controle de tudo, inclusive do tempo.

A busca desenfreada pelo poder a qualquer custo, o relaxamento moral, a inversão de valores e a falta de referencial moral têm impactado a fé de muitos cristãos. O desejo do crente deve se voltar para o que é permanente e não ao que é transitório e efêmero. Sem o temor do Senhor a vida não vale a pena ser vivida.

2- O caminho da santidade e o tempo. O autor de Eclesiastes teve muitas oportunidades na vida, mas as aproveitou da maneira errada. Todavia, ele não quis ir para o túmulo sem aconselhar os mais jovens a aproveitarem melhor o tempo de vida, que é curto. Em geral, o jovem acha que a sua vitalidade e disposição nunca vão cessar, mas o tempo passa para todos e quando menos esperamos a velhice chega.

Quantas pessoas gostariam que o tempo voltasse para mudarem de atitude e aproveitarem melhor as oportunidades, mas o tempo não retrocede. O conselho final é temer o Senhor e guardar os seus mandamentos nos dias da mocidade. Assim não haverá “dias perdidos”, correndo atrás do “prejuízo” causado por não saber usar o tempo a seu favor. Quanto antes o cristão se dedicar a uma vida de santidade, melhor será o seu presente e futuro.

3- Quem teme a Deus não tem medo do julgamento divino. O caminho de santidade produz no crente o desejo de ser diferente, e isso lhe dá segurança em relação à sua fé e fortalece a esperança para a salvação. A Bíblia não deixa dúvidas, ela afirma que sem santidade, ninguém verá a Deus (Hb 12.14). Por isso, o alerta do autor de Eclesiastes (Ec 12.14): “Porque Deus há de trazer a juízo toda obra e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau.” O fato de que todos os seres humanos serão julgados por Deus está intimamente ligado à ideia da santidade de Deus.

SUBSÍDIO 3

Professor(a), procure enfatizar neste último tópico da lição que “Salomão confessou como é vão procurar os prazeres desta vida em vez de construir um relacionamento com o Deus eterno. A busca desenfreada por prazer, prosperidade e sucesso é, em última análise, decepcionante.” (Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal. Rio de Janeiro: CPAD, p. 875.)

CONCLUSÃO

Fazendo uma paráfrase de Eclesiastes 12 fica o seguinte conselho: Jovem, aproveite enquanto tem bastante tempo de vida para andar pelos caminhos da santidade. Para servir ao Senhor e glorificar o seu santo nome. Viva no temor do Senhor, para que, quando envelhecer, não se arrependa da forma como viveu. Saiba que um dia todos terão de se apresentar diante de Deus, que é amor, mas também é justo e prestarão contas de todas as ações e palavras.

Gostou do site? Ajude-nos a Manter e melhorar ainda mais este Site.
Nos abençoe Com Uma Oferta pelo PIX: CPF 346.994.088.69 – Seja um parceiro desta obra. “(Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos dará; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também. Lucas 6:38 )”

HORA DA REVISÃO

1- O que inclui temer a Deus? Temer a Deus inclui respeitá-lo, dar-lhe o lugar de glória, honra, reverência, ações de graças, louvor, e proeminência que Ele merece.
2- Segundo a lição, o que é o temor do Senhor? O temor do Senhor é 0 caminho da comunhão e intimidade com o Todo-Poderoso.
3- Quem Paulo repreendeu em Antioquia por suas atitudes? Paulo repreendeu a Pedro por sua atitude à mesa com os irmãos em Antioquia, pois estava comendo em harmonia com judeus e gentios, mas deixou a mesa com a chegada de alguns irmãos da igreja de Jerusalém.
4- De acordo com a lição, o que o temor do Senhor exige? O temor do Senhor exige santidade.
5- O livro de Eclesiastes faz parte de qual grupo de Livros? Eclesiastes faz parte do grupo de livros poéticos e livros sapienciais ou de sabedoria.

SAIBA MAIS SOBRE ESCOLA DOMINICAL:

✔️ Lições Adultos – CPAD

✔️ Lições Jovens – CPAD

✔️ Lições Adolescentes – CPAD

✔️ Lições Adultos – EDITORA BETEL

✔️ Lições Jovens – EDITORA BETEL

✔️ Lições Adultos – REVISTA PECC

✔️ BIBLIA ONLINE

✔️ SUBSÍDIOS EBD – CPAD

EBD | 1° Trimestre De 2023CPAD – Revista Jovens – TEMA: SEPARADOS PARA DEUS – Buscando a Santificação para vermos vermos o Senhor e sermos usados por Ele | Escola Bíblica Dominical | Lição 03: O Temor a Deus é o Caminho da Santificação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *