Caráter – A Melhor Herança EBD | 2° Trim. 2020

Lição 10: Caráter – A Melhor Herança EBD | 2° Trimestre De 2020 – A Família Cristã – CPAD Adolescentes 

ESTUDANDO A BÍBLIA

A “liquidez” da sociedade é percebida em todos os aspectos da vida. A moda do “jeitinho brasileiro” tem penetrado até mesmo a igreja, contaminando de maneira sorrateira aqueles que se dizem seguidores de Jesus. O caráter é deixado de lado, e quando visto, é tido como ingénuo. O mundo está transformando o certo em errado e o errado em certo.

Diante disso, caro professor, a sua tarefa é ensinar aos adolescentes da sua igreja acerca do caráter cristão e dos valores que Jesus afirmou aos seus discípulos. Ajude seus alunos a se distanciar de uma vida materialista, levando-os a uma vida de profunda espiritualidade e convicção de fé. Pois para ser cristão nesse mundo, como diz o ditado, devemos “remar contra a maré”. E como diz Paulo: não se conformar ao mundo, mas transformar a nossa mente segundo Cristo (Rm 12.2).

Quando ouvimos falar em herança automaticamente pensamos em riquezas, imóveis, dinheiro etc. Sabemos que o dinheiro pode proporcionar muitas coisas boas como conforto, viagens e compras, por exemplo. Mas será que o bem material é mais valioso do que uma pessoa? E tudo o que se pode ter na vida?

Muitos dizem que o dinheiro não traz felicidade. Mas será que é verdade? Nossa sociedade está contaminada com a “doença” do consumismo, ao ponto de estar mergulhada neste estilo de vida e de ter criado, a partir dos bens consumidos, um padrão de qualidade de vida social. No entanto, um cristão não deve se deixar manipular por esse padrão mundano (1 Jo 2.15-17). Mas deve se deixar transformar pelo Espírito de Deus, a fim de ser por Ele aprovado (Tg 1.12). Por isso, veremos que o valor do caráter é a maior herança que uma família pode deixar para os seus membros.

Objetivos

Conceituar caráter;

Explicar sobre a nossa herança imaterial e espiritual;

Alertar sobre o perigo da avareza.

TEXTO BÍBLICO

Lucas 12.13-21

Destaque

“E continuou, dizendo a todos: – Prestem atenção! Tenham cuidado com todo o tipo de avareza porque a verdadeira vida de uma pessoa não depende das coisas que ela tem, mesmo que sejam muitas” (Lc 12.15).

LEITURA DEVOCIONAL

Segunda – Gl 5.16-26

Terça – Mc 12.1-12

Quarta – Tg 1.14-18

Quinta – 1Co 10.22-33

Sexta – 1Jo 4.1-6

Sábado – Is 30.1-9

Domingo – Sl 24.1-10

MATERIAL DIDÁTICO

Folhas de papel, canetas esferográfica, quadro branco caneta para quadro, fita adesiva e um saco para fazer sorteio. 

QUEBRANDO A ROTINA

Divida a classe em dois grupos. Um grupo deverá listar as características de uma pessoa com um bom caráter e outro grupo litar as características de uma pessoa com um mau caráter. Depois,  misture todas essas características em um saco para, em seguida fazer um sorteio. Conforme cada característica for sorteada, ela deverá ser colada em uma fita adesiva  no quadro que estará dividido duas colunas: Bom caráter e Mau caráter.

Após todas as características terem sido sorteadas, a classe discutirá se concordam com tudo o que escrito. Veja se a classe deseja acrescentar mais uma característica. Por fim, faça a seguinte pergunta: Em qual coluna se enquadra a pessoa que é seguidora de Jesus? E porquê?

O Valor do Caráter

Certamente já ouviu essa palavra, mas você sabe o que ela significa exatamente? Podemos entender caráter como “as características (qualidades e defeitos), a maneira de agir e de reagir de uma pessoa”. O caráter guia as ações, os valores e o comportamento de uma pessoa. A partir de nossa decodificação desses valores e ações é que ouvimos falar em pessoas de bom caráter e de mau caráter, isto é, pessoas que se doam em fazer o bem e outras que se entregam em fazer o mal.

Quando nos deparamos numa situação em que temos de fazer duas escolhas: uma simples, mas errada; outra difícil, porém certa; a pessoa de mau caráter não pensa duas vezes em seguir pela via mais fácil. Mas o cristão, aquele que nasceu de novo, deve estar pronto para tomar a decisão certa, mesmo que num primeiro momento ela lhe traga algum prejuízo, pois são nessas decisões que demonstramos ter um bom caráter e sermos verdadeiros servos de Deus, transformados por Ele (2 Co 3.18).

A Bíblia nos ensina vários tipos de atitudes e de características que devemos ter para nos desenvolvermos, como uma pessoa que produz o fruto do Espírito em sua vida. Ou seja, portadora de um caráter que Deus deseja para nós. Essa atitude surge nas pequenas coisas, dentro da nossa família. Assim, somos ensinados a tomar as decisões cabíveis. Esse caráter segundo a vontade de Deus é a herança de maior valor que podemos receber da nossa família.

AUXÍLIO DIDÁTICO

[Adolescência] Nessa faixa etária o caráter e aspectos comportamentais serão desenvolvidos no adolescente, e compreender isto é fundamental para trabalhar estimulando e acompanhando esses aspectos:

Mentais

Razão – desenvolvimento total da mais alta faculdade humana, nos processos mentais: a razão. De acordo com o pastor Antônio Gilberto: ‘E ainda nessa idade que a mente atinge o mais elevado período intelectual, na fronteira dos 15 anos’.

Insubmissão — questionam frequentemente a autoridade.

Inquirição — interessam-se por aventura e descoberta; fazem julgamentos prematuros.

Sociais

Companheirismo – os ‘amigos’ são mais valorizados que a família.

Referencial — espelham-se em pessoas famosas.

Independência – querem ser adultos para serem independentes dos adultos.

Emocionais

Emocionalismo — instabilidade emocional; as emoções oscilam da alegria extrema à tristeza.

Devaneio – faltam-lhe o domínio das emoções, sonham e fazem tempestade em copo d’água.

Humor – sentem-se bem quando podem chacotear. Nas responsabilidades o mau humor impera (CARVALHO, César Moisés. Marketing para a Escola Dominical. Rio de Janeiro: CPAD: 2012, p.59).

O Cristão e a Riqueza

Certa vez Jesus contou uma parábola para algumas autoridades judaicas que o testavam, dizendo que um homem tinha como objetivo de vida alcançar grandes riquezas e a posse de muitos bens. Ao chegar ao fim da vida ele tinha tudo o quanto desejava, mas ao enfrentar a morte os seus bens não lhe serviriam de nada (Lc 12.13-21). Com toda a sua riqueza material, Deus não o considerava rico. Esse é um ponto fundamental que devemos aprender na vida: a riqueza material não deve ser a mais importante da nossa existência.

Nesse aspecto, o nosso Senhor ensinou que a preocupação central do cristão deve ser em fazer a vontade de Deus, pois as nossas necessidades serão por Ele atendidas. E nos alerta para o fato de que os bens acumulados aqui na Terra se acabaram, mas as riquezas guardadas no céu durarão para sempre (Mt 6.19-21). Você tem juntado riquezas? E onde você as tem guardado? Lembre-se: onde estiver o seu coração, ali estará a sua riqueza (Lc 12.34)!

AUXÍLIO TEOLÓGICO

O velho dilema entre ‘o ter’ e ‘o ser’ tem sido causa de muitos debates sociológicos, filosóficos e teológicos. A natureza carnal, contaminada e influenciada pelo pecado, leva o homem a deixar-se dominar pelo desejo de ter mais e mais, ainda que o ser seja prejudicado. A busca do dinheiro e das riquezas materiais tem levado muitos a cometer maldades, violência e crimes inomináveis. Quantas mortes por causa do dinheiro!

Quantos crimes por causa de bens materiais, de terras, de carros, de ouro, de prata, de pedras preciosas! Quantos lares são destruídos porque seus líderes não sabem administrar as finanças da casa, envolvendo-se em despesas desnecessária […]” (LIMA, Elinaldo Renovato. Ética Cristã: Confrontando as questões morais do nosso tempo. Rio de Janeiro: CPAD, 2012, p.162).

O Perigo da Avareza

Do que depende a sua felicidade? Neste mundo sofremos a sedução do sistema consumista em que vivemos. A avareza tornou–se um sentimento comum, um instinto de sobrevivência para os padrões econômicos atuais. Porém, como cristãos, apesar de vivermos neste mundo, não pertencemos a ele (Jo 15.18,19). Por isso, não podemos nos conformar com a realidade caótica do mundo em que vivemos e, assim, por intermédio das nossas atitudes, devemos influenciar a sociedade e jamais deixá-la que influencie ou transforme o nosso caráter (Mt 5.13-16).

A avareza nos afasta da vontade do Senhor, pois ao avarento falta a generosidade para com o próximo. Ao invés de dedicar amor ao seu semelhante, o avarento dedica o seu amor ao dinheiro e às riquezas. Falando com os seus discípulos, após o jovem rico se despedir tristemente, Jesus afirmou: “E digo ainda que é mais difícil um rico entrar no Reino de Deus do que um camelo passar pelo fundo de uma agulha” (Mt 19.24). A Bíblia ainda afirma: “Pois o amor ao dinheiro é uma fonte de todos os tipos de males” (1 Tm 6.10).

Portanto, à luz do Evangelho, devemos aprender com a nossa família os valores de rejeitarmos a ganância, a avareza e cultivarmos um bom caráter que glorifique ao nosso Pai Celestial.

AUXÍLIO TEOLÓGICO

Avareza é o amor ao dinheiro. É uma escravidão ao vil metal. Diz a Bíblia: ‘Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé e se traspassaram a si mesmos com muitas dores’ (1 Tm 6. 10). Deus não condena a riqueza em si, mas a ambição, a cobiça e a avareza. Abraão era homem muito rico; Jó era riquíssimo, antes e depois de sua provação (Jó 1,3,10); Davi, Salomão e outros reis acumularam muitas riquezas, e nenhum deles foi condenado por isso.

O que Deus condena é a ganância, a ambição desenfreada por riquezas (Pv 28.20)” (LIMA, Elinaldo Renoroto. Ética Cristã: Confrontando as questões morais do nosso tempo. Rio de Janeiro: CPAD, 2112, pp.166,67).

Conclusão

O caráter é a melhor herança que podemos esperar dos nossos pais. Que possamos aprender em nossa família todo ensinamento a respeito de uma vida de satisfação em Deus. Por isso, devemos fugir do perigo da avareza e reter um bom caráter forjado pelos ensinamentos da Palavra de Deus e sob o cuidado dos nossos pais.

RECAPITULANDO

O caráter caracteriza-se pelas “qualidades e defeitos, ou seja, a maneira de agir e de reagir de uma pessoa”. O caráter guia as ações, valores e comportamento de uma pessoa.

Nossa sociedade está contaminada com a “doença” do consumismo. Porém, um cristão não deve se deixar manipular por esse padrão do mundo, mas deixar-se transformar pelo Espírito de Deus, a fim de ser por Ele aprovado. Pois para Deus os bens materiais não são a medida de nosso valor, mas sim uma vida segundo a sua vontade que cultiva o fruto do Espírito.

A avareza nos afasta da vontade do Senhor, pois falta ao avarento a generosidade para com o próximo, mas nós devemos cultivar o bom caráter conforme a Palavra de Deus.

Refletindo

1. O que é caráter?

R; É o conjunto das características (qualidades e defeitos), da maneira de agir e de reagir de uma pessoa.

2. O que guia o caráter?

R: O caráter guia as ações, valores e comportamentos de uma pessoa.

3. Qual a diferença entre as pessoas de bom caráter e as pessoas de mau caráter?

R: As pessoas de bom caráter se entregam a fazer o bem e suas ações refletem o bem, e as pessoas de mau caráter se entregam ao caminho mau e suas ações refletem o mal.

Summary
Review Date
Reviewed Item
Lição 10: Caráter - A Melhor Herança
Author Rating
51star1star1star1star1star

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.