Lição 03: A Liderança de Moises | 4° Trimestre De 2022 | EBD – Jovens

EBD | 4° Trimestre De 2022 | CPAD – Revista Jovens – Tema: Liderança na Igreja de Cristo – Escolhidos por Deus para Servir | Escola Bíblica Dominical | Lição 03: A Liderança de Moises

TEXTO PRINCIPAL

“[…] O Deus de lsaque e o Deus de Jacó, me enviou a vós; este é o meu nome eternamente, e este é o meu memorial de geração em geração.” (Êx 3.15)

LEITURA SEMANAL

SEGUNDA – Jr 1.4,5 O chamado vem de Deus
TERÇA – Êx 33.12-17 A presença de Deus na vida do Líder
QUARTA – At 7.22 A instrução de um líder
QUINTA – 2 Tm 2.15 O líder aprovado
SEXTA– Hb 11.24,25 As escolhas de um líder
SÁBADO – Dt 1.13 Delegando autoridade

RESUMO DA LIÇÃO

E Deus quem escolhe o líder, mas cabe a ele se preparar para exercer sua vocação com excelência.

OBJETIVOS

EXPLICAR o preparo para a liderança na vida de Moisés:
COMPREENDER como se deu o chamado de Moisés:
MOSTRAR a importância do líder saber delegar tarefas.

INTERAÇÃO

Professor(a), na lição deste domingo estudaremos a respeito da liderança de Moisés. ‘O grande líder e legislador dos hebreus, sob cuja mão Deus levou os israelitas do Egito às fronteiras da Terra Prometida. Moisés foi a maior personalidade do Antigo Testamento, porque foi seu fundador e, como tal, tipificou o Senhor Jesus Cristo (Hb 3.1-6). De acordo com Êxodo 2.1, os pais de Moisés eram descendentes de Levi, embora não possamos dizer quantas gerações houve entre Levi e Moisés. A história da infância de Moisés é bem conhecida. Desafiando a ordem do rei de lançar no rio todo menino que nascesse, os pais esconderam o bebe Moisés em uma área, uma pequena cesta de bambu, vedada com piche.

A filha de Faraó foi ao rio se banhar, viu a área, e teve compaixão da criança. A irmã de Moisés, que estava por perto, armou um plano para que a sua mãe tomasse conta dele. Assim Deus graciosamente salvou a vida do menino. Com relação a sua vida na corte egípcia, praticamente nada se sabe, salvo que de acordo com Hebreus 11.24, Moisés “recusou ser chamado filho da filha de Faraó”. Sabemos que ele foi ‘instruído em toda a ciência dos egípcios’ (At 722)” (Dicionário Bíblico Wycliffe.7ed. Rio de Janeiro: CPAD. 2010, p. 1300).

ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA

Professor(a), sugerimos para a lição deste domingo a dinâmica chamada “tempestade de ideias”. Uma técnica simples, mas eficiente para explorar as habilidades dos alunos e a criatividade. Peça que formem grupos. Em seguida, escreva no quadro o nome “MOISÉS”. Solicite que os alunos, em grupo, relacionem o que vem à cabeça deles quando ouvem esse nome. Depois peça que formem um único grupo e que um representante do grupo leia o que anotaram. Depois, discuta com os grupos algumas das palavras que foram citadas.

A seguir, faça um pequeno resumo a respeito da vida de Moisés e sua forma de liderar. Explique que este servo de Deus nasceu durante um período de escravidão em que os hebreus estavam sofrendo muito. Para evitar o crescimento do povo de Deus e a sua libertação, Faraó ordenou que todos os meninos israelitas recém-nascidos fossem mortos. Entretanto, os pais de Moisés eram tementes a Deus e conseguiram com a ajuda dEle, salvar o menino. Conclui, enfatizando que todos os acontecimentos na vida de Moisés e de sua família faziam parte de um plano. um projeto divino. O Senhor é soberano e tem o controle da história. Nada acontece na vida dos seus servos por obra do acaso.

TEXTO BÍBLICO
Êxodo 18.14-2

14 Vendo. pois. o sogro de Moisés tudo o que ele fazia ao povo. disse: Que é isto que fazes ao povo? Por que te assentas só, e todo o povo está em pé diante de ti, desde a manhã até a tarde?
15 Então disse Moisés a seu sogro: É porque este povo vem a mim para consultar a Deus.
16 Quando tem algum negócio, vem a mim para que eu julgue entre um e outro e lhes declare os estatutos de Deus e as suas leis.
17 O sogro de Moisés porém lhe disse: Não é bom o que fazes.
18 Totalmente desfalecerás, assim tu como este povo que está contigo; porque este negócio é mui difícil para ti: tu só não o podes fazer.
19 Ouve agora a minha voz; eu te aconselharei, e Deus será contigo. Se tu pelo povo diante de Deus e leva tu as coisas de Deus:
20 E declare-lhes os estatutos e as leis e faça-lhes saber o caminho em que devem andar e a obra que devem fazer.
21 E tu dentre todo o povo, procura homens capazes. tementes a Deus. homens de verdade. que aborreçam a avareza; e põe-nos sobre eles por maiorais de mil maiorais de cem. maiorais de cinquenta e maiorais de dez;
22 Para que julguem este povo em todo o tempo, e seja que todo negócio grave tragam a ti mas todo negócio pequeno eles o julguem: assim a ti mesmo te aliviará da carga e eles a levarão contigo.
23 Se isto fizeres e Deus te mandar poderás, então subsistir; assim também todo este povo em paz virá ao seu lugar.
24 E Moisés deu ouvidos a voz de seu sogro e fez tudo quanto tinha dito;
25 E escolheu Moises homens capazes.de todo o Israel e os pôs por cabeças sobre o povo; maiorais de mil maiorais de cem maiorais de cinquenta e maiorais de dez.
26 E eles julgaram o povo em todo tempo: o negócio árduo traziam a Moisés e todo negócio pequeno julgavam eles.
27 Então, despediu Moisés o seu sogro, o qual se foi a sua terra.

INTRODUÇÃO

Uma das histórias mais conhecidas e extraordinárias da Bíblia é a de Moisés. As lições aprendidas por ele podem ser aplicadas em várias áreas da vida do líder e de seus liderados. Na Lição desta semana, estudaremos a respeito da liderança deste importante personagem do Antigo Testamento. No primeiro tópico faremos uma reflexão a respeito do período de preparo a que Moisés foi submetido e como este treinamento contribuiu se deu o seu chamado divino e no terceiro estudaremos a respeito da importância de se delegar tarefas.

I – O PREPARO DE MOISÉS

1- O preparo em família. A vida de Moisés é repleta de milagres desde o seu nascimento, pois Deus o preservou da maldade de Faraó. Ainda bebê, o Senhor também guardou Moisés das águas e dos perigos do rio Nilo. A filha do rei do Egito encontrou Moisés no cestinho no rio e decidiu adotá-lo, porém ele foi criado por sua mãe biológica, junto de seu pai e irmãos (Ex 2.1-10). A mãe de Moisés teve tempo suficiente para ensinar-lhe os princípios divinos. Deus atuou direta e soberanamente na preservação da vida de Moisés desde os seus primeiros dias de vida para um propósito bem definido e específico.

O Senhor abriu as portas do palácio de Faraó e as manteve abertas para que Moisés pudesse receber uma excelente formação. Ele passou a infância ao Lado dos pais, onde teve forjado o seu caráter e fundamentada a sua fé em Deus. Como podemos observar, Moisés foi preparado pelo Todo-Poderoso desde a sua infância, e assim tornou-se um líder de sucesso, servindo de referencial para outros líderes até os dias de hoje.

2- O preparo no palácio de Faraó. Moisés foi conduzido ao palácio por sua própria mãe, mas não sabemos ao certo quantos anos ele tinha, pois a Palavra de Deus diz apenas “sendo o menino já grande”(Êx 2.10).Talvez Moisés fosse um adolescente. Não há muita informação a respeito da vida dele neste período, mas o que se sabe é suficiente para perceber que a mão de Deus estava conduzindo-o para uma grande obra que exigiria um prepare excelente. Moisés nasceu e cresceu em um ambiente marcado pela injustiça, opressão e privação, entretanto ele também desfrutou da vida palaciana, sendo tratado como neto de Faraó (At 7.21).

Ele foi treinado em diferentes contextos, experimentando a dificuldade e a abundância. O escritor da Carta aos Hebreus deixa claro que, somente pela fé, Moisés foi capaz de renunciar ao que viveu e aprendeu no Egito, mostrando o valor deste período de preparo (Hb 11.24). Fica evidente que Deus conduziu Moisés ao palácio, a fim de prepará-lo para sua missão de libertar o povo hebreu da escravidão egípcia e conduzi-lo até a Terra Prometida.

3- O preparo no deserto. O treinamento de Moisés ocorreu em três fases: A primeira foi junto de sua família, onde recebeu as bases de sua fé: a segunda foi Longe de casa, no palácio de Faraó e a terceira foi no deserto. Moisés assassinou um egipcio que estava maltratando um hebreu e por essa razão foi forçado a fugir para a região desértica de Midiã, e ali passou a viver como estrangeiro (Ex 2.11-15). Longe das pessoas que amava e do conforto do palácio, ele foi exposto a intensas provações.

A tática de Deus não mudou, Ele continua provando aqueles que são chamados para ocuparem um cargo de liderança. Caso você esteja sendo provado(a), não desanime. O Senhor tem algo especial para a sua vida e no tempo certo você verá que tudo vai contribuir para aprimorar o seu caráter e fazer de você um grande líder. Todo treinamento é difícil, mas o Senhor está sempre junto a nós. O Pai Celeste continua conduzindo os que Ele chama, sustentando-os e preservando-os para que cumpram com êxito a missão entregue por Ele. Confirmamos por intermédio da vida de Moisés, que o sucesso de um líder passa pelo seu preparo.

SUBSÍDIO 1

Professor(a), apresente aos alunos os pontos fortes e êxitos de Moisés. Diga que ele foi profeta e legislador, entregou os Dez Mandamentos ao povo e é autor do Pentateuco. Podemos apontar como fraqueza e erros o fato de não ter entrado na Terra Prometida em razão de sua desobediência a Deus. Nem sempre reconheceu e usou os talentos de outros.
(Adaptado de Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal Rio de Janeiro· CPAD. p. 102)

II- O CHAMADO DE MOISÉS

1- A natureza do chamado. Refletir a respeito do chamado de Moisés requer identificar a natureza deste. Quem o chamou para liderar o povo hebreu? As Escrituras Sagradas afirmam que Deus falou diretamente com Moisés a respeito da missão a qual ele teria que desempenhar junto ao seu povo (Êx 3.1-22). A decisão de Moisés conduziu os hebreus à Terra Prometida não foi humana, mas divina. Logo, a natureza do seu chamado foi divina. Consciente de sua missão, Moisés enfrentou e venceu grandes desafios, tornando-se um Líder bem-sucedido e sendo uma referência para a posteridade.

A consciência a respeito da natureza divina do seu chamado, levou Moisés a compreender que o exercício de sua liderança não tinha como objetivo a perpetuação de seu próprio nome, mas o de glorificar a Deus e abençoar os seus liderados (Êx 32.9-14,30-35). O líder que realmente foi chamado por Deus não deve trabalhar em benefício próprio, mas sempre buscando honrar a quem o chamou.

2- A importância do chamado. Ao ser informado por Deus de que seria o responsável pela libertação e liderança do povo hebreu, Moisés apresentou suas dúvidas, os seus medos e as suas limitações. A consciência que tinha de seu chamado o impediu de acreditar ser ele o centro de sua missão, produziu em seu coração a certeza de que Deus era o fundamento e a finalidade de sua liderança. Ao invés de optar pela perpetuação de seu nome, Moisés preferiu interceder pelo povo a fim de que o nome do Senhor fosse exaltado dentre todos os povos (Ex 32-7-14,31-34). O líder consciente de seu chamado sempre buscará a glória de Deus e o bem do próximo.

3- A experiência do chamado. Não há quem se encontre com Deus e permaneça da mesma maneira. Moisés se encontrou com o Senhor e nunca mais foi o mesmo. Este encontro ocorreu nas regiões desérticas de Midiã, enquanto ele levava uma vida no anonimato, cuidando dos rebanhos do seu sogro. Depois do seu encontro com o Todo-Poderoso sua vida foi completamente transformada.

A experiência vivida por Moisés em Midiã reafirma a grandeza da santidade divina e o compromisso do Altíssimo com a promessa que Ele fez a Abraão (Êx 3.6-9). Essa experiência mudou o rumo da vida de Moisés e também poderá mudar a sua vida. Não podemos nos esquecer de que o Senhor não mudou e que continua chamando pessoas para a sua obra. O líder que deseja resultados positivos e duradouros junto aos seus liderados precisa ver e ouvir ao Senhor pessoalmente, como aconteceu com Moisés em Midiã.

SUBSÍDIO 2

Professor(a), enfatize bem a respeito do encontro de Moisés com Deus. Mostre que o líder precisa ser chamado e preparado pelo Senhor. Diga que ‘o termo hebraico para ‘sarça’ (seneh) só aparece no Antigo Testamento. Quão oportuno que as últimas palavras de Moisés registradas nas Escrituras sejam, entre outras coisas, sobre seu primeiro encontro com Deus na sarça ardente!”
(Adaptado de Manual do Pentateuco. 2. ed. Rio de Janeiro, CPAD. 2007, p.160).

III- DELEGANDO TAREFAS

1- Evitando a sobrecarga de trabalho. Jetro, sogro de Moisés, não precisou de muito tempo para descobrir o quanto seu genro estava sobrecarregado com as demandas do povo hebreu. Êxodo 18.13-18 é um alerta a todos que exercem algum tipo de Liderança: tenham cuidado com o excesso de trabalho. Aprenda a delegar tarefas. Por mais bem preparado e mais espiritual que seja um líder, ele não poderá trabalhar sozinho, o trabalho do Senhor precisa ser feito em equipe. Muitos, por não saberem delegar tarefas e gerenciar equipes acabam por fazer com que seus Liderados se sintam excluídos e até inúteis. É necessário conhecer suas responsabilidades e seus Limites de atuação permitindo que outros também exerçam seus dons e talentos somando esforços para o engrandecimento do Reino.

2- Aprendendo a ouvir. Moisés estava sobrecarregado e não sabia. Ele só percebeu a sua real condição quando o seu sogro lhe advertiu a este respeito. Enquanto Moisés via as suas muitas tarefas como algo normal e rotineiro, Jetro as viu como uma tragédia anunciada (Êx 18.14-18). Dois fatores importantes devemos considerar a respeito de Jetro: ele era mais experiente que Moisés e sua visão era de alguém que estava vivendo fora daquele contexto. Sendo assim, Moisés teve a oportunidade de ser orientado por alguém com uma percepção mais acentuada do que a dele em algumas áreas e que enxergava o quadro de outro ponto de vista.

Nesta ocasião, Moisés demonstrou ter a capacidade de ouvir outras pessoas, qualidade imprescindível a um líder que deseja ser bem-sucedido. De que adiantaria Jetro identificar o problema e apontar a solução, se Moisés não tivesse a disposição necessária para ouvi-lo? Além disso, Moisés demonstrou humildade ao atender o conselho de seu sogro(Êx 18.24). Aprendemos com o exemplo de Moisés que mais do que falar, o líder deve aprender a ouvir as pessoas com empatia.

3- Há espaço para outros. Moisés ouviu a orientação de Jetro e a colocou em prática, separando homens capacitados para que o ajudassem (Êx 18.19-26), pois a sua missão era impossível de ser realizada sem o auxílio de outras pessoas. Moisés teve de aprender a delegar tarefas e a se tornar uma pessoa mais humilde, reconhecendo os seus próprios limites e o valor dos outros. Na obra de Deus há espaço para todos atuarem, contudo é necessário que o líder seja capaz de reconhecer os seus próprios limites e identificar o valor de seus liderados permitindo que cada um atue dentro da área para qual foi chamado pelo Senhor.

SUBSIDIO 3

Professor(a) enfatize que o líder precisa aprender a ouvir. Segundo Corl Summer ·o primeiro passo para a sabedoria e o silêncio, o segundo é ouvir”. Explique que ‘líderes escutam as ideias dos seus liderados. Podem não agir em toda sugestão que recebem, mas escutam com atenção para ouvir metodologias novas. Entendem que um conceito que os impediu para cima pode muito bem vir de alguém da sua equipe.’
(Adaptado de TOLER. Stan. Minutos de Motivação para Líderes 4° ed. Rio de Janeiro CPAD. 2015, p 160).

CONCLUSÃO

Moisés foi preparado para a missão que recebeu do Senhor e demonstrou ter consciência de seu chamado divino. Por intermédio da liderança dele aprendemos que ninguém pode liderar sozinho, pois tal tarefa exige ajuda. O líder precisa se cercar de pessoas que o ajudem a cumprir com sua missão no Reino de Deus.

Gostou do site? Ajude-nos a Manter e melhorar ainda mais este Site.
Nos abençoe Com Uma Oferta pelo PIX: CPF 346.994.088.69 – Seja um parceiro desta obra. “(Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos dará; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também. Lucas 6:38 )”

HORA DA REVISÃO

1- Segundo a lição, quais os locais onde se deu o treinamento de Moisés? O preparo de Moisés se deu em família, no palácio de Faraó e no deserto.
2- O que levou Moisés a renunciar a sua vida no palácio de Faraó? O escritor da Carta aos Hebreus deixa claro que somente pela fé Moisés foi capaz de renunciar ao que viveu e aprendeu no Egito (Hb 11.24).
3- Quem chamou Moisés para liderar o seu povo? O próprio Todo-Poderoso.
4- Qual era o propósito da liderança de Moisés? Glorificar a Deus e abençoar os seus liderados.
5- Onde Moisés se encontrava quando recebeu o chamado divino? Ele se encontrava nas regiões desérticas de Midiã, cuidando dos rebanhos de seu sogro.

SAIBA TUDO SOBRE A ESCOLA DOMINICAL:

LIÇÃO Adultos – CPAD

LIÇÃO Jovens – CPAD

LIÇÃO Adolescentes – CPAD

LIÇÃO Adultos – Editora Betel

LIÇÃO Jovens – Editora Betel

LIÇÃO Adultos – Revista PECC

BIBLIA ONLINE

EBD | 4° Trimestre De 2022 | CPAD – Revista Jovens – Tema: Liderança na Igreja de Cristo – Escolhidos por Deus para Servir | Escola Bíblica Dominical | Lição 03: A Liderança de Moises

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.