Lição 03: O Avivamento no Novo Testamento | 1° Trimestre de 2023 | EBD – ADULTOS

EBD | 1° Trimestre De 2023CPAD – Adultos – TEMA: AVIVA A TUA OBRA – O chamado das Escrituras ao quebrantamento e ao poder de Deus | Escola Biblica Dominical | Lição 03: O Avivamento no Novo Testamento

TEXTO ÁUREO

“Jesus respondeu e disse-lhe: Se tu conheceras o dom de Deus e quem é o que te diz: Dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva.” (Jo 4.10)

VERDADE PRÁTICA

A Palavra de Deus revela raízes de um verdadeiro avivamento espiritual, que perpassa a história.

LEITURA DIÁRIA

Segunda – Mt 7.28 Jesus ensinava com autoridade, diferentemente dos escribas
Terça – Mc 16.6-8 Jesus venceu a morte, ressuscitando ao terceiro dia
Quarta – Lc 2.10-14 Jesus: alegria, paz e boa vontade aos homens
Quinta – Jo 1.3,4 Jesus: criação, vida e luz para os homens
Sexta – At 1.8 A promessa de Jesus a respeito do Espírito Santo
Sábado – Ap 1.7 Jesus voltará visível e gloriosamente

LEITURA Bíblica EM CLASSE
Joao 4.7-15

7- Veio uma mulher de Samaria tirar água. Disse-lhe Jesus: Dá-me de beber.
8- Porque os seus discípulos tinham ido à cidade comprar comida.
9- Disse-lhe, pois, a mulher samarita­na: Como, sendo tu judeu, me pedes de beber a mim, que sou mulher samaritana (porque os judeus não se comunicam com os samaritanos)?
10- Jesus respondeu e disse-lhe: Se tu conheceras o dom de Deus e quem é o que te diz: Dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva.
11- Disse-lhe a mulher: Senhor, tu não tens com que a tirar, e o poço é fundo; onde, pois, tens a água viva?
12- És tu maior do que Jacó, o nosso pai, que nos deu o poço, bebendo ele próprio dele, e os seus filhos, e o seu gado?
13 – Jesus respondeu e disse-lhe: Qualquer que beber desta água tornará a ter sede,
14- Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma Fonte de água a jorrar para a vida eterna.
15- Disse-lhe a mulher: Senhor, dá-me dessa água, para que não mais tenha sede e não venha aqui tirá-la.
Hinos Sugeridos: 42, 84, 122 da Harpa Cristã

PLANO DE AULA

1- INTRODUÇÃO
Professor(a), nesta terceira lição veremos um panorama geral a respeito do avivamento no Novo Testamento. Percorremos os Evangelhos, o livro de Atos dos Apóstolos e as Epístolas, concluindo o livro de Apocalipse.
Sabemos que são nos ensinos de Jesus que encontramos a mais poderosa mensagem de Deus para a humanidade, capaz de transformar o mais vil pecador e acender a chama divina do Espírito Santo. Os apóstolos, comissionados pelo Senhor e revestidos de poder, levaram esta mensagem poderosa às nações, pois todo avivamento tem como resultado a conversão de pecadores. Basta ver os textos de Atos dos apóstolos, onde em um só dia três mil pessoas foram convertidas (At 2.41). Deus é imutável e o Novo Testamento nos revela o plano dEle para as nações e o seu desejo de que a Igreja, de maneira avivada, cumpra com a sua missão proclamadora, anunciando o Reino de Deus até que Cristo venha.
2- APRESENTAÇÃO DA LIÇÃO
A) Objetivos da Lição:
I) Apresentar o avivamento nos Evangelhos;
II) Saber como se deu o avivamento no livro de Atos dos Apóstolos;
III) Conhecer o avivamento nas Epístolas e no Apocalipse.
B) Motivação: Jesus conferiu aos discípulos e a nós uma missão evangelística e discipuladora (Mt 28.19,20). Para cumprirmos, enquanto Igreja, a nossa missão neste mundo tenebroso, precisamos estar revestidos de poder. Como está o seu nível de relacionamento com o Espírito Santo? Você tem buscado seguir a recomendação bíblica e se encher dEle diariamente (Ef 5.18)?
C) Sugestão de Método: Sente-se com os alunos em círculo. Explique que Jesus tem um compromisso com a sua Igreja e com aqueles que proclamam a sua Palavra. Esse compromisso pode ser visto e mais bem compreendido mediante os milagres e maravilhas realizados por Jesus nos Evangelhos e livro de Atos. Diga que estes tinham o propósito de glorificar o nome de Jesus e expandir o Reino de Deus. Depois, peça a um aluno e uma aluna que citem um milagre narrado no livro de Atos (cura do coxo – At 3.1-9; ressurreição de Dorcas – At 9.36-42; Pedro livre da prisão – At 12.1-12). Em seguida diga que Jesus continua operando milagres e maravilhas, porém, não podemos nos esquecer que o maior milagre e maravilha que podemos presenciar é a conversão do pecador a Cristo. Você já experimentou esse milagre em sua vida?


3- CONCLUS.AO DA LIÇÃO
A) Aplicação: Após apresentar um panorama do avivamento no Novo Testamento, estimule os alunos a refletirem a respeito da maneira como eles têm proclamado o Evangelho, anunciando o Reino de Deus: Tenho cumprido a missão que Cristo me conferiu até que Ele volte? Estou disposto/a reconhecer a necessidade de um avivamento? Desejo isso?
4- SUBSÍDIO AO PROFESSOR
A) Revista Ensinador Cristao. Vale a pena conhecer essa revista que traz reportagens, artigos, entrevistas e subsídios de apoio a Lições Bíblicas Adultos. Na edição 92, p.37, você encontrará um subsídio especial para esta lição.
B) Auxílios Especiais: Ao final do tópico, você encontrará auxílios que darão suporte na preparação de sua aula:
1) O texto “O livro de Atos”, para apoio do segundo tópico, apresenta um resumo a respeito deste livro que é uma continuação do Evangelho de Lucas; 2) O texto “Epístolas”, para o apoio do terceiro tópico, mostra que o livro de Atos e um relato história vital para as epístolas de Paulo e de outros apóstolos.

INTRODUÇÃO

Nesta lição, temos um panorama geral a respeito do avivamento no Novo Testamento. Estudaremos o avivamento trazido por Cristo mediante aos ho­mens comissionados por Ele para proclamar a mensagem de Boas-Novas para Israel e o mundo. Desse modo, nosso Senhor trouxe a mais poderosa men­sagem que os homens ouviram: a mensagem do Reino de Deus. Os apóstolos do Senhor transmitiram essa gloriosa mensagem por meio de epístolas e livros.

Palavras-Chave: NOVO TESTAMENTO

I – O AVIVAMENTO NOS EVANGELHOS

O Novo Testamento é a revelação última de Deus para o mundo. Abordamos, primeiramente, o avivamento em João, pois sua mensagem é a mais objetiva da parte de Cristo para uma missão gloriosa entre os homens.

1- O avivamento em João. O Evangelho de João foi escrito entre os anos 80 e 95 d.C. Sua abordagem difere dos outros três evangelistas. Daí não considerarmos esse Evangelho um livro sinótico. *

No encontro de Jesus com a mulher samaritana, uma “água” diferente e revelada aos homens: “Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna” (Jo 4.14). Esse versículo é o resumo da missão redentora de Jesus: Preencher o vazio da alma com a salvação, sanar as necessidades espirituais e emocionais do ser humano. Só Jesus pode fazer isso. Esse encontro entre o Salvador e a mulher samaritana mostra que o fruto da mensagem divina traz vida aos que estão mortos espiritualmente (Cl 2.12,13). Esse é o maior de todos os avivamentos que uma pessoa pode experimentar.

2- O avivamento em Mateus. O Evan­gelho de Mateus foi escrito cerca de 60 d.C. É considerado o Evangelho do Reino ou o Evangelho do Rei. As expressões “Reino dos Céus”, “Reino” ou “Reino de Deus” aparecem mais de 30 vezes no texto. O propósito primário de Mateus é revelar aos judeus, e depois ao mundo, que Jesus é o Messias prometido no Antigo Tes­tamento por meio dos profetas. Assim, Mateus revela o real avivamento que o mundo poderia vivenciar (Mt 4.13-17).

3- O avivamento em Marcos. No Evangelho de Marcos, Jesus é apresentado como servo em três aspectos. Primeiro, ele mostra Jesus como o servo vencedor sobre as enfermidades, os demônios, as forças da natureza e a morte. Segundo aspecto, o evangelista apresenta Jesus como o servo sofredor, maltratado pelos líderes judaicos, sacerdotes, traído por Judas, um de seus discípulos (Mc 14.10,11), e humilhado pelos soldados romanos (Mc 15.1-20). Terceiro, Marcos apresenta Jesus como servo triunfante. A mensagem do anjo às mulheres, que foram ao seu túmulo, afirma: “[…] Já ressuscitou, não está aqui” (Mc 16.6-8). Assim, nosso Senhor foi morto, mas ressuscitou triunfante ao terceiro dia, vencendo a morte, o pecado, o mundo e o Maligno.

4- O avivamento em Lucas. O Evangelho de Lucas, “o médico amado” (Cl 4.14), é considerado “o evangelho do Filho do Homem” (Lc 19.10) pelos estudiosos. Nenhum outro evangelista retrata tão bem a humanidade de Jesus. Lucas registra o nascimento singular do Salvador (Lc 2.1-7), bem como a mensagem dos anjos aos pastores (Lc 2.10-14). Um novo tempo que chegava para Israel e o mundo. Era o avivamento enviado dos céus.

AMPLIANDO O CONHECIMENTO

SINÓTICOS
“[Do hb. Besorah; do gr. evangelion, Boas­-Novas; do gr. synoptikós] Literalmente, eis o que significa este vocábulo: ‘o que de um só golpe de vista abrange várias coisas’. Assim são chamados os três primeiros Evangelhos. Embora enfoquem a vida de Jesus por diferentes prismas, Mateus, Marcos e Lucas [João não é um sinótico] proporcionam, em virtude de suas semelhanças, uma visão de conjunto da vida, do ministério e da paixão de Jesus Nosso Senhor”. Amplie mais o seu conhecimento, lendo a obra Dicionário Teológico, editada pela CPAD, p.103.

SINOPSE I

O Novo Testamento mostra o avivamento que a mensagem de Jesus pode revelar ao mundo.

II – O AVIVAMENTO NOS ATOS DOS APÓSTOLOS

A mensagem do livro de Atos trans­cende a história da Igreja Primitiva. Ela mostra que o Evangelho ultrapassou as fronteiras de Israel, chegando aos gentios de maneira impactante e avivada.

1- O avivamento na Igreja Primitiva. No primeiro capítulo de Atos, o evangelista registra as palavras de Jesus, quando nosso Senhor disse aos apóstolos em sua despedida: “Vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias” (At 1.5). O cumprimento dessa promessa na vida da Igreja seria o maior avivamento ocorrido na história.

2- A descida do Espírito Santo. O batismo no Espírito Santo, registrado em Atos 2, é o comprimento da promessa de Deus feita em 835 a.C (Jl 2.28,29). Esse evento trouxe um avivamento espiritual no nascimento da Igreja. Antes da chegada do Espírito Santo, nosso Senhor reuniu os discípulos e deu-lhes “a Grande Comissão” (Mc 16.15-18). Dias depois, receberam o cumprimento da gloriosa promessa, quando foram cheios do Espírito Santo (2.1-3), para executar “a Grande Comissão”. Para pregar o Evangelho é preciso receber o avivamento que vem do alto.

SINOPSE II

O livro de Atos dos Apóstolos nos mostra as condições para um avivamento verdadeiro.

AUXÍLIO BIBLIOLÓGICO

“Lucas escreveu Atos como continuação do seu primeiro livro, o Evangelho de Lucas. o Terceiro Evangelho registra o que Deus realizou através das ações e ensinos de Jesus ungido pelo Espírito Santo, ao passo que Atos enfatiza a continuação da obra de Jesus feita por suas testemunhas capacitadas pelo Espírito. O prefácio de Atos liga este livro ao Evangelho de Lucas e fornece um resumo. Em Atos 1.1, Lucas se refere ao seu Evangelho como um registro ‘de tudo que Jesus começou, não só, a fazer, mas a ensinar’; ele rememora os eventos principais de Lucas 24:
1) As aparições de Cristo ressurreto aos discípulos;
2) A promessa do batismo com o Espírito Santo, e
3) A ascensão do Cristo ressurreto ao céu.
Atos registram a continuação do ministério de Jesus. Desde o início até a conclusão do seu ministério terreno tudo que Jesus fez e disse foi dirigido e capacitado pelo Espírito. O segundo volume de Lucas narra uma hist6ria semelhante, que focaliza uma co­munidade de discípulos ungidos pelo Espírito que continuam a fazer e ensinar as coisas que Jesus tinha começado a fazer e a ensinar durante seu tempo na terra” (Comentário Pentecostal Novo Testamento. Vol.1. 4. ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2009, pp.623,24,)

II- O AVIVAMENTO NAS Epístolas E NO APOCALIPSE

1- Nas epístolas paulinas. Após a sua dramática conversão, o apóstolo Paulo passou por uma radical transformação de vida. De perseguidor, Deus o transformou em pregador, e apóstolo, e doutor dos gen­tios (2Tm 1.11). Não por acaso, ele escreveu 13 cartas entre igrejas e pessoas. Em suas epístolas destinadas às igrejas, podemos destacar temas como a “justificação pela fé” em Romanos (Rm 5.1); a salvação em 1 e 2 Coríntios; a transformação do corpo por ocasião da volta de Jesus em 1 e 2 Tessalo­nicenses (1Ts 4.16,17); o advento da alegria dos salvos em Filipenses (Fp 4.4). Todavia, e especialmente, vale destacar o apelo do apóstolo aos efésios: “mas enchei-vos do Espírito” (Ef 5.18). Esse apelo continua a ecoar atualmente.

2- Nas epístolas gerais (ou univer­sais). As epístolas universais apresentam oito documentos. Aparentemente sem perspectivas avivalistas, elas revelam princípios que dão suporte à verdadeira vida cristã. Essas epístolas revelam a supremacia de Cristo em todas as esferas da vida; o valor da fé e da salvação, acompanhadas de boas obras; o valor da santificação e do amor de Deus derramados nos corações dos salvos. Esses princípios apontam para uma vida cristã avivada.

3- No livro do Apocalipse. o último livro da Bíblia (90-96 d.C.) traz revelações singulares a respeito dos fins dos tempos: a revelação do Cristo glorificado (Ap 1.1); a revelação de coisas passadas (Ap 1.19); a revelação de coisas em relação a igreja (Ap 2 e 3); em relação às nações; o Arrebatamento da Igreja, o Tribunal de Cristo (2Co 5.10), a entrega dos galardões, as Bodas do Cordeiro (Ap 4-22). Depois de sete anos, em que haverá a Grande Tribulação na terra, o Tribunal de Cristo e as Bodas do Cordeiro no céu, Jesus voltará em glória e será visto por todos os habitantes da Terra (Ap 1.7). Ele dará fim a Grande Tribulação e implantará gloriosamente o seu Reino Milenial. Nesse dia, o mundo viverá o maior e o último avivamento da história.

SINOPSE III

O avivamento também é encon­trado nas Epístolas e no Apoca­lipse.

AUXÍLIO BIBLIOLÓGICO

EPÍSTOLAS
“O livro de Atos é um relato histórico vital para as epístolas de Paulo e de outros apóstolos. Todas as igrejas para as quais Paulo escreveu epístolas aparecem em Atos. A partir desse livro, tomamos conhecimento das circunstâncias às quais essas igrejas em particular foram fundadas, o tipo de oposição ao que elas enfrentaram e sua resposta inicial ao evangelho. Isso torna a leitura dessas epístolas mais fácil e mais rica. Toda a teologia das epístolas de Paulo e teologia aplicada. Em outras palavras, ela representa os princípios do evangelho aplicados a cenários específicos. Entender esses cenários nos ajuda a ler sua teologia e, depois, a aplicá-la em nossas próprias circunstâncias.
APOCALIPSE
O livro de Apocalipse começa com uma declaração da grandiosidade de Deus (1.4-8) e a descrição da visão recebida por seu autor, Joao (1.3-9, 9-18). O Cristo ressurreto instruiu Joao a escrever a visão e a enviar cartas para as sete igrejas, fornecendo as mensagens específicas de advertência e de encorajamento (1.19 – 3.22)” (Guia Cristão de Leitura da Bíblia. Rio de Janeiro: CPAD, 2013, pp. 327,401).

CONCLUSÃO

O Novo Testamento é a revelação de Deus para a sua Igreja e a mensagem de salvação para toda a humanidade. Por isso, ao longo desse divino documento, podemos perceber a vontade de Deus para um avivamento genuíno do seu povo. No geral, o Novo Testamento revela o plano de Deus para o mundo, bem como suas diretrizes para que a Igreja exerça, de maneira avivada, a sua missão na Terra.

REVISANDO O CONTEÚDO

1- Por que o avivamento em João é tratado em primeiro lugar? Porque sua mensagem é a mais objetiva da parte de Cristo para uma missão gloriosa entre os homens.
2- Quais expressões identificam a pessoa de Jesus em Marcos? Servo vencedor sobre as enfermidades, os demônios, as forças da natureza e a morte; servo sofredor e servo triunfante.
3- O que a mensagem do livro de Atos mostra? Mostra que o Evangelho ultrapassou as fronteiras de Israel, chegando aos gentios de maneira impactante e avivada.
4- Para o propósito desta lição, qual apelo do apóstolo Paulo merece ser destacado? Vale destacar o apelo do apóstolo aos efésios: “mas enchei-vos do Espírito” (Ef 5.18).
5- Que princípios as epístolas gerais apontam? Elas revelam princípios que dão suporte a verdadeira vida cristã.

SAIBA MAIS SOBRE ESCOLA DOMINICAL:

✔️Lições Adultos – CPAD

✔️Lições Jovens – CPAD

✔️Lições Adolescentes – CPAD

✔️Lições Adultos – EDITORA BETEL

✔️Lições Jovens – EDITORA BETEL

✔️Lições Adultos – REVISTA PECC

✔️BIBLIA ONLINE

✔️SUBSÍDIOS EBD – CPAD

EBD | 1° Trimestre De 2023CPAD – Adultos – TEMA: AVIVA A TUA OBRA – O chamado das Escrituras ao quebrantamento e ao poder de Deus | Escola Biblica Dominical | Lição 03: O Avivamento no Novo Testamento

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *